Últimas notícias

Edir Macedo diz que Jesus não era contra os homossexuais e que eles não devem ser condenados

O bispo Edir Macedo deu polêmicas declarações sem seu programa de TV exibido na Record. Indo contra uma leva de religiosos, ele disse que Jesus não condenaria atitudes homossexuais se estivesse em nosso tempo.

Reprodução

Reprodução

“Nós da Igreja Universal do Reino de Deus, não impomos nada contra ninguém. Há muitos crentes, pastores e igrejas levantando uma bandeira contra o movimento gay, contra o casamento homossexual, contra lésbicas, etc, etc, etc. Eu me pergunto: Jesus faria isso se estivesse vivendo no nosso tempo? Eu não creio que ele faria, porque no tempo dele já havia homossexuais, lésbicas e etc”, disse ele.

Ele ainda continuou dizendo que não poderia impor sua própria fé para outras pessoas. “Cada um segue a sua fé, se a pessoa tem fé de ser homossexual, o problema é dela. É uma situação pessoal, não sou eu que vou impor a minha fé pra ela, de forma nenhuma. Nem Deus faz isso. Deus não faz isso”.

Gays também compram

Coincidência ou não, as declarações foram feitas poucos dias após uma pesquisa da  Out Leadership revelar que o potencial financeiro dos gays brasileiros já representa R$ 418,9 bilhões, ou 10% do PIB nacional.

Tendo em vista essa alta representatividade econômica, empresas das mais variadas estão vendo seu faturamento aumentar ao propor políticas de aproximação ao público LGBT. O Boticário é um claro exemplo.

Novos tempos

ifé-1100-810x391

Um aplicativo ganhou notícia recentemente por apresentar uma ideia inusitada. O iFé é um app que permite que os fieis paguem seu dízimo através do celular. Além disso, também trás uma bíblia online e permite trocar mensagens instantâneas com o pastor.

Vídeo de cantores evangélicos também fazem parte do pacote.

 

Fhilipe Pelájjio – Colunista